AVENTURAS

O caso do dente desaparecido

O relógio especial da Dra. Madalena acabava de dar sinal. Mais um dente que tinha caído. O que lhe valia era mesmo aquele relógio que lhe dava uma ajuda enorme: sempre que um dente caía a uma criança, ele apitava.

Desta vez, era a Luisinha, uma menina que ela conhecia muito bem. Ao fim do dia, pegou no presente que tinha escolhido e lá foi. Mal chegou ao quarto da Luisinha, levantou a almofada com todo o cuidado, para não a acordar, mas não viu o dente. Talvez tivesse caído. Então, a Fada dos Dentes pôs-se de joelhos e espreitou para debaixo da cama… Nada. Nem sinal do dente! A seguir, pôs o nariz no chão, olhou para um lado, depois para o outro, e nem assim encontrou o dente…

— Se calhar, o meu relógio está avariado! — exclamou. — Será que já deixei alguma criança sem presente? Não, isto não pode estar a acontecer… Nem quero imaginar a confusão que vai ser com o relógio estragado!

No dia seguinte, enquanto arrumava o quarto, a mãe da Luisinha encontrou o dente, encostado ao ursinho de peluche, e perguntou:

— Ó Luisinha, mas porque é que não puseste o dente debaixo da tua almofada?

— Não quero que a Fada dos Dentes o leve, mãe! Quero ir à Dra. Madalena, para ela voltar a pôr-me o dente no sítio.

Assim que chegou ao consultório, a Luisinha pegou no dente e pediu à Dra. Madalena:

— Não quero ter este buraco para sempre! Por favor, volte a pôr-me o dente no sítio!

A Dra. Madalena sentiu-se muito aliviada. Felizmente, o dente não estava perdido!

— E nem o meu relógio está avariado! — desabafou ela, discretamente.

De seguida, virou-se para a Luisinha e explicou:

— Isso não vai ser possível, mas fica descansada que, daqui a uns dias, vais começar a ver um dente novo a nascer aí mesmo nesse buraco. Vai ser um dente muito mais forte… E esse, que tens na mão, vais pô-lo hoje debaixo da tua almofada, combinado?

Nessa noite, a Luisinha assim fez e, finalmente, a Fada dos Dentes conseguiu deixar-lhe aquele presente que tinha escolhido com tanto cuidado.